Aéreo

 TRANSPORTE AÉREO MOVIDO A ALGAS MARINHAS

 

Com a mente no futuro, o arquiteto belga Vincent Callebaut desenvolveu o conceito de um transporte aéreo sustentável. Sob a alcunha de Hydrogenase, o projeto ilustra uma espécie de dirigível cuja energia é extraída de algas marinhas. Essas algas possibilitarão a reciclagem de CO2 para a criação de bio-hidrogênio, que alimentará os quatro compartimentos infláveis do veículo e servirão de biocombustível para as turbinas responsáveis pela movimentação da aeronave, sem a emissão de carbono para a atmosfera. Além disso, o biocombustível será utilizado para a geração de eletricidade necessária para qualquer equipamento dentro da aeronave. O ancoradouro do Hydrogenase será em fazendas aquáticas de cultivo das algas, possibilitando que o bio-hidrogênio seja rapidamente recarregado. 

A inspiração pelo desenho,  vem de formas da natureza. O veículo tem 400 metros de altura e seria capaz de voar em uma altitude média de dois mil metros. Até 200 toneladas de carga podem ser carregadas a uma velocidade média de 175 km/h. O arquiteto projeta a possibilidade da criação do Hydrogenase para 2030.